24.7.06

o que sei de mim

já me vejo recuperado
vejo uma possibilidade de retorno do sim

eu quis ser um estranho,
um outro mais certo,
mais sério talvez

mas mal me conheço
mal me atrevo a conhecer-me
mal me atiro em mim

mal, mal sou eu
não me sei o bastante

não sei tanto de mim
quanto o pouco que sei do mundo

1 comentário:

Doug disse...

o que você sabe de mim
o que você sabe de você

nada importa

ficar sozinho é ruim
ruim
muito ruim

não me faça mais isso
nunca


saudades de você
saldades de saber
um pouquinho mais deste s[eu]


abraços solitários
desesperados